quarta-feira, 10 de junho de 2015

A Parábola da Indecisão

A Parábola da Indecisão

Havia um grande muro separando dois grandes grupos.

De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.
Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios e todos os humanos que não servem a Deus.
E em cima do muro havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar cristão, mas que agora estava em dúvida se continuaria servindo a Deus ou se deveria aproveitar um pouco os prazeres do mundo.

O jovem indeciso observou que o grupo do lado de Deus chamava e gritava sem parar para ele:

- Ei, desce do muro agora... Vem pra cá!

Já o grupo de Satanás não gritava nem dizia nada. Essa situação continuou por um tempo, até que o jovem indeciso resolveu perguntar a Satanás:

- O grupo do lado de Deus fica o tempo todo me chamando para descer e ficar do lado deles. Por que você e seu grupo não me chamam e nem dizem nada para me convencer a descer para o lado de vocês?

Grande foi a surpresa do jovem quando Satanás respondeu:

- É porque o muro é MEU.



Não se esqueça:

Não existe meio termo. O muro já tem dono. Pense nisso.



COMENTÁRIO: 

Quando uma pessoa ouve a palavra de Deus e não se decide por Ele, na verdade ela já está decidindo. Significa (a indecisão) que ela está dizendo: “Deus, eu não te quero. Pode ser que mude de idéia amanhã, porém até agora eu não te quero. Prefiro continuar a minha vida (de pecado) e fazendo o que me apraz!”. 

Quando pregarmos o Evangelho a uma pessoa assim, que está fria, indiferente, é necessário e importa que esclareçamos isto para ela. Que lhe lembremos das consequências eternas dessa atitude.