segunda-feira, 17 de agosto de 2015

O DEPOIS DA CRISE

BRASIL VOLTARÁ A SER COLÔNIA
                        Pr.  Érico  R.  Bussinger

     É sabido (agora) que o Brasil vai muito mal. A Economia está em vertiginosa recessão, sem qualquer perspectiva de melhora. A crise política se agrava, com a presidenta completamente rejeitada, sem ainda que o povo conheça toda a verdade da corrupção.  A Justiça parece que acordou (ou se liberou para agir) e resolveu revelar a corrupção. O problema é que se for investigar a fundo, vai sobrar...    Mas há conseqüências outras que não foram ainda divulgadas, como as conseqüências morais do desemprego, o aumento dos crimes, a insegurança, etc.
     Deus nos revelou este quadro há muito tempo, embora os analistas não conseguissem visualizá-lo. Agora eles enxergam (a falta de esperança). Mas o povo ainda não sentiu doer no fundo! Os mais informados (como os empresários) estão se prevenindo. Os pequenos (o povo) não sabem ainda o que fazer. Mas o que se prevê agora é uma treva sem luz de fim de túnel, uma descida sem enxergar o fundo do poço.  E como será? O que ocorrerá depois?
     As revelações de Deus mostram o porquê. Afinal, Am.3:7 ainda vale: “Deus não fará coisa alguma sem antes revelar isso aos seus servos, os profetas”.  A causa é evidentemente o pecado.  E como conseqüência da dor, o povo estará mais pronto a ouvir a Palavra de Deus. Esta é uma conseqüência.
     Mas a revelação que Deus me deu hoje cedo é sobre o depois da crise. O Brasil ficará muito diminuído economicamente, com suas indústrias sucateadas, sem condições de concorrer com as dos outros países e a Economia dependendo basicamente do agro-negócio, ou seja, da produção (para exportação) de produtos básicos (soja, café, etc.).
     O Brasil estará humilhado internacionalmente, de pires na mão por causa da sua dívida impagável  e totalmente dependente dos EUA e Europa, onde estão os grandes bancos e organismos internacionais de financiamento. Dependente da sua dívida, o Brasil se alinhará de novo com os EUA, que se imporão de novo ao Brasil. 
     Terminada a caça à corrupção, o que no meu entender (não é revelação de Deus) deve durar uns 2 a 3 anos, o quadro descrito acima imperará. O BRICS não deve decolar e a China em si pouco fará pelo Brasil.  Sem um outro país para nos apadrinhar, o Brasil voltará a ser colônia dos EUA e Europa.
     O quadro acima revelado será uma situação necessária para o país se alinhar com o Anti-Cristo, que governará a Europa e EUA, tendo os demais países a reboque (inclusive Venezuela, Cuba, Bolívia e Argentina). Rússia, índia e China estarão em outra realidade.

     Você crê, ou vai esperar se cumprir? Estamos nos encaminhando para o alinhamento do Anti-Cristo e... o Arrebatamento da igreja está muito perto!


                                               ERB – 17 agosto 2015