quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

PERSEGUIÇÃO QUE VEM SOBRE NÓS


ONDA GIGANTE CONTRA CRISTÃOS NO BRASIL
                                   PR. Érico  Rodolpho  Bussinger

     Eu tenho recebido muitas revelações de Deus sobre o Brasil. Confesso, entretanto,  que não me sinto à vontade neste ministério profético.  Preferiria, ao contrário, ser apenas um pastor ou líder, apresentando muitos resultados.  Eu me sinto como o profeta Amós (Am7:14,15), quando repreendido por profetizar no outro Israel.  Ele se disse apenas um boieiro (pastor de gado miúdo) e colhedor de sicômoros. Ou seja, ele tinha outra profissão. Mas que estava cumprindo apenas um chamado específico de Deus para que entregasse aquelas profecias. Ele não pretendia “viver de profecias”.  
    Semelhantemente eu também não pretendo atender a convites ou correr atrás de “curtidas” com o compartilhar dessas profecias.  Acredito, entretanto, que o Senhor Deus, talvez pela omissão ou incompletação de outros, me tenha dado essa atribuição específica, porque é da vontade de Deus “marcar” profeticamente e com antecedência os principais fatos no mundo e mostrar o que eles têm a ver com Deus (Am.3:7).
     De um modo geral as profecias que Deus tem me dado se encaixam bem nas palavras do livro de Amós e caracterizam no Brasil o início de uma época de maldições, em que a mão de Deus pesará sobre a nação, devido ao sal (a igreja) estar sendo insípido. E em conseqüência a nação está tomando rumos contrários aos padrões bíblicos. Essas decisões representam o conjunto de ações dos três poderes da nação, todos em sentido contrário a Deus. E de acordo com o Sl.2 o Senhor está aceitando o desafio.
     As pessoas não se entenderão, as autoridades se locupletarão, a convulsão terá lugar, pois a Economia também andará para trás. A insegurança se levantará assustadoramente. As famílias ficarão aterrorizadas. As catástrofes da natureza se sucederão. Muitas mortes completarão o quadro de uma guerra civil e muito sangue será derramado em sólo brasileiro. Isso tudo já tem sido anunciado e constituirá um quadro típico de um período de aproximadamente 2 anos, antes que venha uma estabilização da nação, já bastante empobrecida, dizimada e totalmente alinhada com os rumos do Anti-Cristo (EUA + Europa).
     De uma forma específica, agora, Deus está me revelando que acontecerá uma onda gigantesca de perseguição aos evangélicos no Brasil. Estarão alinhados a mídia, os governantes (os 3 poderes), as forças do crime (que até agora têm sido condescendentes com os cristãos, pelo fato de uma maioria de seus membros ser originária de igrejas evangélicas – filhos de crentes ou desviados), as forças políticas, além dos principais interesses econômicos.  Muitos evangélicos em desespero tentarão ir para o exterior e outros se mudarem para demais regiões do país. As igrejas serão perseguidas e assaltadas. Tudo com a permissão de Deus. É a perseguição da dor, que visará fazer os cristãos chorarem e se arrependerem, cumprindo assim 2Cr.7:14.
     Em conseqüência dessa grande perseguição, que trará um despertamento espiritual movido pela dor, é que haverá um avivamento espiritual que agradará a Deus. Depois de tudo, muitas conversões verdadeiras acontecerão. Muitos se voltarão para Deus. Em todas as igrejas.  Mas nunca mais os evangélicos terão influência sobre os rumos da política. Serão tempos novos. O país estará totalmente alinhado com o espírito do Anti-Cristo.
     Mas até lá, Deus terá conseguido o efeito bom que visava com o Seu povo no Brasil, o que não tem acontecido até então.
     Leia e contextualize o livro de Amós.
     A bênção de Deus.

                                                  Niterói-RJ, 18 de janeiro de 2017