quinta-feira, 27 de outubro de 2016

MUNDO VAI SE PREPARANDO PARA A GRANDE TRIBULAÇÃO


Profecia Islâmica

      Distando cerca de 5 quilômetros do Coliseu fica a sede do Vaticano. Robert Spencer, estudioso do Islã que mantém o conhecido site Jihah Watch lançou um livro ano passado sobre o grupo terrorista Estado Islâmico (EI).
Ele explica que, antes da “batalha final”, chamada pelos cristãos de Armagedom, há algumas profecias islâmicas que precisam se cumprir.
Uma das mais importantes é a conquista de Roma, incluindo o Vaticano. O EI fala constantemente sobre a necessidade de se preparar para o retorno do messias muçulmano: o Mahdi.
Segundo Spencer, radicais islâmicos defendem que a conquista de Roma deve ocorrer dentro dos próximos anos, no máximo até 2020. Eruditos muçulmanos ensinam que Maomé profetizou que as duas grandes cidades romanas seriam conquistadas: Roma e Constantinopla. A antiga Constantinopla chama-se hoje Istambul, e já é uma cidade muçulmana.
     O Estado Islâmico revelou parte de seu plano em uma publicação on-line onde explicou que pretendia usar células terroristas que já estão reunindo muçulmanos que vivem em solo europeu.
Para ele, a conquista de Roma “será o sinal completo da superioridade do Islã sobre o cristianismo, marcando sua derrota final”. Para evidenciar isso, o papa deverá ser decapitado em praça pública, com a execução transmitida para o mundo todo.
Para o Estado Islâmico, todos os papas foram seus inimigos e que “Francisco continua a esconder-se atrás de um véu enganador de ‘boa vontade’, escondendo suas intenções reais de subjugar o povo muçulmano”.
Argumentam que o líder católico – e todos os cristãos que pensam como ele – “tem lutado contra a realidade” em seus esforços para retratar o Islã como uma religião de paz. Lembra os leitores muçulmanos que pegar a espada para a jihad é sua “maior obrigação”