quinta-feira, 22 de setembro de 2016

DEUS AGINDO: QUEDA DO PT E RENDIÇÃO DAS FARC



QUANDO O POVO DE DEUS ORA O SENHOR AGE
     Na Colômbia, há cerca de 50 anos, o movimento terrorista de esquerda (que o Brasil conheceu bem até 1964), denominado FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) atordoa a população, confronta o governo e prejudica o país.
   

  Inicialmente financiado pela propaganda comunista a partir de Cuba, continuou com financiamento da Venezuela, seu povo irmão, através de Hugo Chávez. E ultimamente teve financiamento do Brasil do PT. 
     Por fim, quando o financiamento externo acaba, as FARC se rendem ao Governo da Colômbia, vão se desarmar e virar um partido político.

     O povo evangélico de lá, que tanto sofreu nas mãos desse movimento terrorista de esquerda (veja reportagens da Missão Portas Abertas), orou, Deus deu um despertamento espiritual e agora o país cresce economicamente bem.
     Aleluia!

Leia a reportagem a seguir: (Folha de São Paulo)

 
Presidente da Colômbia entrega à ONU acordo de paz com as Farc
     O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, apresentou nesta quarta-feira (21) ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, em Nova York, o acordo de paz com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), concluído recentemente.

Lucas Jackson/REUTERS



     O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, entrega o texto do acordo de paz com as Farc para o primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, presidente do Conselho de Segurança da ONU.
     "Venho entregar-lhes o resultado de quase seis anos, porque foram dois anos secretos e quatro anos de negociação aberta, como resultado de um grande esforço para acabar com o último conflito armado do hemisfério ocidental", declarou Santos.
      Entre aplausos, o presidente entregou, em seguida, uma pasta ao presidente do Conselho de Segurança, o primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, com os detalhes do acordo.
      O texto do acordo precisará passar ainda por uma votação popular, marcada para 2 de outubro, para entrar em vigor.

Aleluia.